Educação e Museu: Património Cultural para aprender Ciência

O projeto é promover iniciativas, com início nas escolas do primeiro ciclo, para utilização das TIC, de recursos educativos livres e de recursos digitais do património cultural para a melhoria da qualidade da aprendizagem em Ciência.

O objetivo do projeto é promover novas formas de aprendizagem e de ensino recorrendo a metodologias inovadoras, às tecnologias e a recursos digitais de utilização livre que poderão ser conteúdos não-formais para a conceção do currículo. Também é proposta uma nova forma de cooperação para escolas e museus.

Atividades do Projeto

  • Análise da situação dos países parceiros na utilização de práticas inovadoras no ensino das ciências;
  • Definir a metodologia de utilização de tecnologias e recursos digitais para construir unidades de aprendizagem;
  • Criação e desenvolvimento de plataforma para aceder e reutilizar recursos digitais do património cultural no campo da educação;
  • Conceção e desenvolvimento de ferramentas para construção de recursos educativos interativos e de utilização livre.

Os parceiros ligados à Educação, investigação em tecnologia e museu analisarão as práticas adotadas no ensino das ciências por diferentes países e os documentos e recomendações da Comissão Europeia no campo da educação.

Também discutirão algumas experiências de "melhores práticas" para definir a modalidade de acesso, utilização e reutilização do património cultural e as medidas a tomar para construir uma unidade de ensino centrada no aluno. O parceiro será capaz de definir as competências necessárias aos docentes para poderem trabalhar de uma forma inovadora e, portanto, quais as práticas de formação profissional permanente e de partilha de experiências que deverão ser adotadas entre os professores dos diferentes países da União Europeia.

Esperamos resultados positivos relativos a:

  • Enriquecimento do ensino em sala de aula através do uso de ferramentas multimédia com novas abordagens para melhorar a aprendizagem nas disciplinas científicas;
  • Apresentação de uma proposta de caminho para a perceção da realidade pelos alunos como um sistema aberto no qual pode extrair e trocar informações com a ajuda da tecnologia;
  • Aplicação da teoria construtivista, criando uma relação sinérgica entre diferentes ambientes de aprendizagem;
  • Desenvolvimento de relações entre escolas, instituições culturais e, de um modo geral, entre a escola, a investigação e a cultura;
  • Aumentar e estimular o interesse dos alunos para a aprendizagem da Ciência.

O objetivo do projeto será partilhar as melhores práticas e aplicações entre os modelos educativos dos diferentes países, para permitir uma formação de professores capaz de criar atividades de aprendizagem interdisciplinar, melhorando o trabalho colaborativo, de modo a incluir questões científicas de diferentes áreas do currículo escolar. Objetivos importantes serão as relações inovadoras entre os professores e os funcionários dos museus, a acessibilidade a recursos como ferramentas que permitem aos professores criar unidades de ensino para serem compartilhadas como OER (Recursos Educacionais Abertos), proporcionando aos alunos conteúdos educativos formais e não- formais que adotam uma linguagem próxima daquela que usam todos os dias.

O plano de disseminação e comunicação fornece a informação e o conteúdo das atividades do Projeto de modo a envolver e estimular as partes interessadas, as agências educativas nacionais e internacionais para replicar a metodologia e os instrumentos experimentais de modo a aumentar a motivação dos alunos para a escolha de estudos superiores no campo da Ciência.